26 de novembro de 2013

Relato de Fávio Loureiro sobre a Nike 10k

Temos mais uma nova micareta no Rio de Janeiro, assim foi meu modo de ver sobre esta corrida que participei hoje no Aterro do Flamengo.

Vamos desde o início, foram 12 minutos para cruzar a linha da largada, muita gente querendo só passear na micareta da Nike e com isso quase vimos da largada o primeiro colocado dos 5 km chegando.

Durante a corrida vimos coisas bizonhas passando por nós, antes de continuar quero dizer que fizemos um protesto contra os preços das inscrições e corremos com um tipo de numero de peito tipo PIPOCA, numa prova de 5 km no primeiro posto com 1,5 km a água já estava quente, depois vieram as esponjas, que até agora não sei pra que serviam, que eram jogadas no caminho e escorregavam.

Passamos por várias pessoas mal educadas que andavam e quando os corredores que vinham mais rápido pediam que dessem passagem olhavam de cara feia e ficavam na frente, atrapalhando o objetivo de quem queria correr realmente.

Por volta do km 3,5 um corredor tropeçou na nossa frente e caiu de cara no chão, ele estava muito cansado e com batimento aceleradíssimo e teve uma crise convulsiva, graças ao meu conhecimento de bombeiro militar fiz um pronto atendimento, com o apoio do pessoal da PIPOCA que estava comigo Steliane Teixeira,Jaqueline Pink, Jb Ramos, Duzza Alves Barbosa, Auricelia Marcelo e Claudia Donelate, o atendimento da prova demorou muito para chegar e quando chegou o socorrista da ambulância pediu para o corredor levantar e ir até a ambulância, foi quando disse que teriam que trazer uma maca até o local!! RIDICULA ESTA ATITUDE DO SOCORRISTA!! Este foi o fato que publiquei hoje e o anexo não apareceu, foi publicado pelo Iúri Toti publicou no seu próprio Instagram.

Continuamos nossa corrida e quando estávamos correndo no meio da pista quando um corredor se é assim que se pode chamar um sujeito assim, passou entre eu e a Claudia Donelate e nos empurrou, o chamei de ELITE e disse para ter calma e prontamente ele fez um gesto obsceno. Como estava correndo sem tempo e sem objetivo dei um tiro forte e passei por ele e o chamei para me acompanhar já que ele se achava e foi uma pena que ele não era um corredor e sim um cara que queria aparecer na micareta da Nike.

No final quando recebi meu isotônico quente e pedi para uma menina trocar pelos gelados e recebi um sonoro não da mesma!

RESUMINDO TUDO:
UMA NOVA MICARETA NO RIO DE JANEIRO, COM ORGANIZADORES QUE NÃO PENSAM NOS CORREDORES E SIM NA SUA MARCA!!!

Nenhum comentário: