11 de março de 2013

Circuito Light Rio Antigo - Etapa Porto Maravilha

Ontem aconteceu na região da zona portuário do Rio de Janeiro, a 1ª etapa do Circuito Light Rio Antigo. Com cerca de quase oito mil atletas entre caminhantes e corredores a largada foi tumultuada e bastante lenta. Só consegui passar pelo pórtico de largada após 00:07:00  da largada.

No vídeo abaixo postado no youtube por Giovani Guimarães dá para ver claramente  como foi  a demorada largada:


Passamos por ruas importantes da região da zona portuária, porém em algumas ruas estreitas, esburacadas e de paralelepípedos muito irregulares. Como os caminhantes largaram junto com os corredores foi um desafio correr e por muitas vezes ao tentarmos desvia-los nos deparávamos com buracos ou enormes poças d’água.  

Foi uma corrida difícil a qual o objetivo não foi alcançado, pois foi praticamente impossível observar o legado cultural existente ali. Além é claro do forte calor, o que foi aquilo... Se a chapa é quente no Aterro do Flamengo achei ontem essa região um verdadeiro caldeirão.


Eu, Carlinhos, Elenice e Fernandito
A organização do evento publicou hoje uma nota de esclarecimento sobre alguns problemas ocorridos na corrida ontem:

1º) Falta de banheiros químicos: OK! Entendemos o ocorrido, apesar das grandes filas.
2º) Falta d’água ou água quente na segunda volta do percurso, no caso de quem fez 10K: NÃO JUSTIFICA! Pelo tempo que o evento acontece isso é uma falha grave, principalmente porque naquela região é fácil de conseguir gelo devido ao grande número de bares, botecos e botequins.
3º) Largada de caminhantes junto com corredores: Algumas pessoas que teimam em largar no início é comum. Porém, todos os caminhantes inscritos largarem embolados com corredores isso é mais uma falha da organização.

Bem, espero realmente que a De Castilho Marketing Esportivo não repita mais essa falhas, como ela mesmo diz em sua nota de esclarecimento, “o novo e situações inesperadas de momento trouxeram desconforto e dificuldades, que claro, garantimos que não se repetirão”. Vamos Acreditar!

Nenhum comentário: