28 de março de 2011

Circuito Athenas

No dia  27 de março foi realizada a primeira etapa de 5 km e 10 km do Circuito Athenas, no Rio de Janeiro, com 3.700 corredores e muito calor. É isso, mesmo o outono começou, mas como já não é mais surpresa o chão do Aterro ferveu e a temperatura de mais de 30º fez a galera suar... O ponto positivo foram os postos de hidratação com água fresquinha e pista livre para correr!!! Correr, que nada, quase trotei com essa sensação térmica de 40º.


Fernado e Eu já nos aproximando para o final dos 10Km

23 de março de 2011

TRAVESSIA DOS FORTE 2011

Venho através deste blog divulgar evento que o  Profº Mario Jorge está realizando e que o amigo Jorge Cerqueira está ajudando a repassar... 

O Tradicional SIMULADO DA TRAVESSIA DOS FORTES que acontecerá neste domingo, dai 27 às 9h, largando  do posto 6 de Copacabana.


Maiores detalhes no site O TREINO 

14 de março de 2011

Pisadas: qual é o seu tipo?

Eu achei muito legal essa matéria escrita por David Homsi  sobre o tipo de pisada e transcrevo em parte aqui no blog.
Não basta só olhar para os pés do corredor. É importante observar joelhos e quadril, em movimento e parado.
É muito importante definir corretamente a maneira como você pisa ao caminhar e correr, é fundamental na escolha do tênis apropriado, evitando lesões e dores posteriores.
Antes de mais nada, é preciso lembrar que teste de pisada não é observar o desgaste da sola do calçado. Isso costuma levar a um diagnóstico errado, do chamado “falso supinador”. É preciso analisar quando e como o calcanhar toca o solo.
Fique atento às características abaixo e, se rolar alguma dúvida, faça um novo teste de pisada, de preferência numa clínica de fisioterapia ou ortopedia.
Pronadores
Pronadores têm a pisada para dentro, apoiando o pé mais internamente. A maioria dos pronadores apresenta joelho valgo, isto é, curvo para dentro. Isso força não só os próprios joelhos, podendo levar à dor e a problemas de menisco, como também o quadril.
Além disso, os casos de pronação costumam ser mais frequentes entre as mulheres, devido à anatomia preparada para a gravidez e o parto. O quadril mais largo acaba forçando os joelhos, que se curvam para dentro. Para manter o equilíbrio do corpo, o ponto de apoio dos pés fica mais interno, provocando a pisada pronada. Isso é conhecido como joelho em X.
Supinadores
A pisada supinada é a mais rara dos três tipos. Acontece quando o ponto de apoio do pé é na região mais externa. Nesse caso, o corredor costuma ter joelhos varos, ou seja, abertos.
Neutros
Os sortudos que têm pisada neutra não apresentam nenhum tipo de desvio ao caminhar ou correr. Os neutros não sofrem nenhum desabamento lateral do calcanhar. O pé toca o solo corretamente e o ponto de apoio é central.
No caso dos neutros, as pressões são equilibradas e suportadas de maneira certa pelos joelhos e quadris.

Lesões mais comuns relacionadas aos tipos de pisada
O supinador deve tomar cuidado extra com o aparecimento de neuromas. Os pronadores, com as dores no quadril ou no menisco. Quem tem pisada neutra tem menor risco de sofrer uma lesão, mas as chances existem.
É importante observar não só a maneira como o corredor se movimenta, mas também características físicas como peso, estrutura da coluna e distribuição da massa. Essas características vão acentuar os desequilíbrios identificados na pisada.
Um bom tênis, apropriado às suas características, pode não corrigir todos os problemas, mas certamente irá controlar boa parte deles, evitando lesões acentuadas. Alongamento e aquecimento antes da atividade física também são recomendados.
Veja aqui um guia das lesões mais comuns nos corredores e a importância de se determinar o tipo de pisada:
  • Pronadores
A maioria sofre de pés chatos, o que aumenta as chances de desenvolverem processos inflamatórios, como tendinites. As mais comuns são do tendão aquíleo, da fáscia plantar e a da patela. Isso porque pés chatos irradiam o impacto da pisada nos músculos, ossos e articulações dos próprios pés e pernas.
Além disso, pronadores costumam rotacionar a tíbia, virando os joelhos para dentro. Esse desarranjo pode provocar dores no menisco e mesmo na região lombar, quando o quadril tenta compensar o desequilíbrio do joelho.
  • Supinadores
Com tendência a terem pés cavos (com a curva interna muito acentuada), supinadores devem se preocupar especialmente com neuromas de Morton, que aparecem quando o impacto da pisada comprime os nervos próximos aos dedos. Fratura por estresse também aparece, principalmente do calcâneo, do segundo metatarso e da tíbia.
  • Neutros
Ok, vocês têm a pisada correta, sem nenhum desequilíbrio nos pés. Mas ainda assim podem desenvolver todas as lesões acima, caso utilizem calçados impróprios ou se esqueçam do bendito alongamento. Fique de olho em desconfortos e dores que insistem por vários dias e consulte um médico se sentir qualquer problema.
É de extrema importância uma avaliação completa para se determinar seu tipo de pé e pisada. Uma boa avaliação postural em conjunto com a baropodometria pode lhe ajudar nestes casos.

David Homsi é fisioterapeuta formado pela Faculdade de Fisioterapia da UNAERP-Ribeirão Preto.

7 de março de 2011

Pular ou Correr neste Carnaval?

Se você já corre a algum tempo é hora de variar os terrenos na hora da prática esportiva para não cair na mesmice ou mesma desanimar... Por isso, decidi sair da rotina e não só mudar o piso na hora de praticar o esporte como a paisagem também.

Corra à vontade: se você teve joelho de corredor, síndrome da banda iliotibial, canelite ou qualquer lesão que seja agravada por impacto. A terra batida é considerada por treinadores como o piso ideal nesses casos, por oferecer bom amortecimento mas não “segurar” tanto a passada. Liberada para treinos longos e de intensidade. 

O começo, ainda com muitas pedras...
 Então, fui para Cachoeiras de Macacú, em busca de correr neste carnaval. Em cima do pedágio de Boca do Mato, entra-se na estradinha da antiga estrada-de-ferro  e percorrem-se 4,5km sem asfalto, margeando o Rio Macacú até o bairro de Valério por uma belíssima vegetação formada por figueiras, carrapateiras, Camarás e alecrins. Percorrendo um total de 9 km (ida e volta)


Rio Macacú na altura da antiga Estação Ferroviária de Boca do Mato


3 de março de 2011

Niterói Biathlon Cup

Acontecerá no mês de abril, o Niterói Biathlon Cup, um evento com potencial para mobilizar toda a comunidade esportiva da cidade e do estado do Rio de Janeiro, explorando um dos maiores pontos turísticos e um dos mais belos de Niterói.

A prova será composta de 600 metros de natação e 4km de corrida, que poderão ser percorridos individualmente ou em dupla(categoria revezamento). Inscreva-se já!



Fonte: Equipe CE+3