29 de junho de 2009

Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro

A disposição e a força de vontade estiveram mais que presentes neste domingo ao longo de quase 42 km da minha 1ª Maratona. Sou uma corredora como tantos outros que iniciaram nas corridas na busca de qualidade de vida, perder alguns quilos e sair do sedentarismo. Por isso, venho aqui relatar a experiência dessa Maratona...

Iniciei a corrida ansiosa e com medo de não completar a prova já que inúmeros foram os obstáculos para conseguir realizá-la. Eu e Israel iniciamos num ritmo confortável e logo passaram-se 10 km, mais 8 km e senti que o ritmo que Israel impunha era um pouco forte para mim, deixo-o seguir e continuei só.

No km 21 o relógio marcava pouco mais de 2h e um pace de 6,30. Cheguei ao viaduto do Joá e muitos já caminhavam com caimbras e dores nas pernas, fiquei preocupada, então, trotei, corri, trotei! Na subida da Niemayer pensei agora vou caminhar... E lá um casal sênior de finlândeses que conversei na largada me impuslionaram a correr. Os kilômetros se passavam e na chegada ao Leblon pensei não vai dar, e mais um vez recebi incentivo dos corredores que se aproximavam.

Me concentrei na música e impus o ritmo, comecei a cantar, gesticular e até dançar! Pois, depois de 30 km tudo vai ficando muito difícil. Pessoas caminham, ninguém conversa mais, a alegria se tranforma em dor e desespero, gente caída no chão, outras fazendo massagem de tanta caimbra. Nesse momento, me lembrei de cada mensagem de otmismo que recebi antes da prova, assim foram se passando 34, 36 e 38 kms.

Valeu a pena cada dificuldade dos 42 km da Maratona e mais ainda a emoção ao entrar no túnel de Botafogo e me deparar com Rossy com tanta vibração como se eu estivesse prester a vencer a maratona! Não pude conter as lágrimas e suas palavras foram como uma injeção de endorfina me impulsionando a correr mais e mais... A medida que corria via alguns corredores ficando para trás, inúmeras pessoas caminhando e alguns mau se continham de pé. Por cada um que passava Rossy vinha com um incentivo " vamos lá, força, falta pouco..." Senti uma forte agitação, não sentia qualquer dor, quis terminar logo, então acelerei o passo... Pensei nos treinos, na dedicação, orientação do treinador Carlos, palavras da Vanda, dicas dos amigos. E, aí mais uma vez Rossy falou com tamanha empolgação " vamos lá Cláudinha, força, falta pouco, só mais um kilometro, raça,!!!" Tive vontade de chorar, e realmente não deu para conter a emoção, as lágrimas rolaram...

Emocionada avistei a reta de chegada e a platéia gritava " vamos lá, você já conseguiu..." Ouço a voz do meu sobrinho e minha mãe, não pude nem olhar, foquei a linha de chegada, com o coração apertado pela emoção, lágrimas nos olhos e procurando mantee o ritmo, cruzei a linha com 05:04:25, ao lado do Carlos, pessoa mais que especial e responsável por eu ter concluído essa Maratona!!!

A maratona me trouxe uma experiência incrível de determinação e superação. Correr a Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro custa só R$ 40,00! Ir até o Recreio dos Bandeirantes com os amigos é de graça! Mas, completar a primeira maratona NÃO TEM PREÇO! Valeu!!!

Eu e Israel nos preparando para a largada.

O percurso com uma vista maravilhosa de toda a orla do Rio.

Carlos, Rafaela, Rossy, Eu e Israel. Mais que uma equipe, uma família.

Nossa conquista! A medalha.

8 comentários:

Carlos Lopes disse...

Ola Cláudia

Parabéns pela prova.

Andréia disse...

Nossa Claudia!!!!! Meus parabéns!!!!! Imagino a emoção que vc sentiu na chegada!!!!!! Merecida chegada!!!!! Só a gente sabe o que significa uma vitória como essa!!!!!! ah obrigada pelo seu apoio lá no meu blog! Vamos continuar treinando ... em setembro tem a meia inteernacional do RJ ... que tal????

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Cláudinha, bom dia,

Olha vou lhe dizer uma coisa, imagina se vc iniciou a maratona anciosa e com medo, imagina eu que era a minha 7ª edição estava também muito ancioso e ainda mais quando eu passei por vários corredores que tinham quebrado e olha que o tempo estava muito bom para correr hein, ainda bem que consegui fechar bem a maratona e graças a Deus vc também conseguiu.

Digo que vc foi uma boa estrategista para concluir a maratona, também, vc usou os seus conhecimentos do último svc que vc trabalhou...rsss...Ahhh vc falou em música, não é que quando cheguei em Copacabana e quando estava bem concentrado não foi que o MP4 desligou, eu pensei deve ter acabado a bateria e para não me desconcentrar na prova, preferi não mecher mais nele e para minha surpresa depois que acabei a prova, eu descobrir que não tinha acabado a bateria, aconteceu que a barra de cereal que levei na minha cintura roçou no botão e acabou desligando é mole...rsss...Não to dizendo que vc fez uma boa estratégia ouvindo música, vc ajudou o seu psicológico para não quebrar em cantar, gesticular e até dançar, agora essa é nova, nunca vi um corredor correndo e dançando ao mesmo tempo, vc vai ter que me ensinar essa hein...rsss...

Realmente as pessoas que nos conhecem e que estão na prova dando forças para nós completarmos é muito bom mesmo, os incentivadores que lhe incentivaram no dia da prova também estão de parabéns, nossa vc se emocionou, me fez lembrar de 2003 quando cruzei a linha de chegada da Maratona do Rio também.

GOSTEI DO QUE VC DISSE ABAIXO:
“A maratona me trouxe uma experiência incrível de determinação e superação. Correr a Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro custa só R$ 40,00! Ir até o Recreio dos Bandeirantes com os amigos é de graça! Mas, completar a primeira maratona NÃO TEM PREÇO! Valeu!!!”

Realmente, vc está de Parabéns por completar a sua 1ª Maratona, digo mais a 1ª de muitas que há por vir, uma certa vez eu li se vc quer ter uma experiência de vida, corra uma Maratona e eu corri e gostei e não parei mais, vc também teve a sua experiência, seja bem vinda ao mundo das longas distâncias...é isso ae...Gostei do relato...

Vc é um exemplo de vida para todas as pessoas.

Só foi uma pena que não consegui te ver nem na largada e nem na chegada mais fiquei feliz por vc ter completado, seja bem vinda MARATONISTA....PARABÉNS!!!

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

Ricardo Hoffmann disse...

Claudinha, muito emocionante seu relato. Parabéns pela linda conquista. Sensacional!!!

Cláudia disse...

Pessoal,

Obrigado pelos comentários!!!

Boa semana e Bons treinos!

Vânia Almeida disse...

Oi Claúdia, fazia tempo que não vinha aqui, mas vejo que temmuuuuita coisa boa né! Parabéns pelas boas provas.
Bons treinos,
Vânia

Fábio Namiuti disse...

Parabéns, Cláudia. Pela estreia nas maratonas, por esse relato muito bonito e bem escrito. E pela conclusão: completar a primeira maratona realmente não tem preço. Nem a segunda, terceira, quarta... e por aí vai !

Abraço

Fábio

Tathi disse...

Parabéns Dondom!!!
Você merece!
Beijos